Estudos de Caso

A Pratt & Whitney possui uma transformação de dados de engenharia bastante visível e muito bem sucedida

Pratt & Whitney

Não se trata apenas de um projeto de TI, mas de um novo sistema de configuração que funciona como um possibilitador essencial de negócios

As configurações são fundamentais

Para atender às reduções do tempo do ciclo de vida e dos custos ambiciosos direcionados pela alta administração, a organização de engenharia Pratt & Whitney precisou revitalizar a maneira como lidar com dados de produtos. Pratt & Whitney (P&W) criou mais da metade dos 34.000 motores de aeronaves comerciais que estão em serviço atualmente e mais de 40.000 motores das forças armadas. A empresa também é um grande concorrente no desenvolvimento de motores de foguetes e também na produção de turbinas a gás a fim de fornecer potência para a aterrissagem e propulsão no mar. Como os seus produtos são essenciais e permanecem em serviço por décadas, o gerenciamento de configuração (CM) – que conhece a configuração exata das peças de todos os motores – é uma atividade de engenharia essencial. “Em termos de segurança, certificação e suporte ao cliente, o gerenciamento de configuração é essencial e nós nos esforçamos muito nessa área," diz Vito Moreno, gerente de aplicações técnicas da P&W Information Technology.

Anteriormente, a P&W utilizada uma combinação de computador principal com sistemas de CM baseados em servidor para gerenciar a configuração de produtos durante o desenvolvimento, a produção e os segmentos de reposição. Esses sistemas particulares de CM eram custosos em relação à manutenção de hardware, software e suporte de TI. Outro problema com essa abordagem era a grande quantidade de esforços necessária para manter os diversos bancos de dados (listas de materiais) de CM em sincronia. “Nós dependíamos de supervisão manual para verificar se todas as listas de materiais (BOMs) estavam consistentes. Gastávamos uma quantidade enorme de tempo realizando esse processo,” diz Moreno.

Quando a alta administração definiu metas para reduzir o tempo de entrada no mercado, reduzindo os custos de desenvolvimento e minimizando a engenharia de pós-certificação, ficou claro que uma maneira mais integrada e otimizada para lidar com dados de produtos era necessária. Como Moreno explica, “Nós precisamos eliminar o esforço redundante e manual envolvido no CM e retirá-lo do computador principal para reduzir os custos. Nós precisávamos de um sistema único, com base na moderna tecnologia Web, que pudesse gerenciar dados de produtos em todo o ciclo de vida do motor.”

Mudar para um software comercial permite a mudança de paradigma

Em vez desenvolver o novo sistema de CM internamente, a P&W decidiu avaliar o software de gerenciamento de ciclo de vida de produtos (PLM) comercial. Naquela época, e empresa implantou o Unigraphics (agora denominado NX™) como o seu sistema de desenvolvimento de produtos. Como a sólida tecnologia de modelagem no NX era capaz de determinar um motor inteiro na menor peça, o gerenciamento de engenharia decidiu que os modelos do NX se tornariam da única descrição das novas configurações de motores, tornando os dados do NX a fonte de todas as BOMs no novo sistema de CM.

Essa decisão permitiu a estreita integração entre o CAD e o CM. Essa foi uma das principais razões pela qual a P&W selecionou o software Teamcenter®como a principal estrutura digital da empresa de PLM para o novo sistema. Diz Moreno, “A estreita integração entre o NX e o Teamcenter foi fundamental para a nossa decisão.” Outra vantagem do Teamcenter é que ele pode ser integrado com o SAP, o sistema de planejamento de recursos empresariais (ERP) da P&W. Essa integração foi importante porque permitiu que os dados de configuração do produto atualizassem continuamente os aplicativos de fornecimento e manufatura.

“A nossa opção pelo Teamcenter foi uma troca tática significativa do gerenciamento de configuração interno," diz Moreno. “Não teríamos feito isso se não tivéssemos visto o enorme potencial oferecido pelo Teamcenter. Ele suportou a nossa visão de uma abordagem totalmente nova para o gerenciamento de configuração com base nos dados de CAD.” A P&W chama essa abordagem de “gerenciamento de configuração direcionado por modelos.”

Tornando o CM direcionado por modelos realidade

A Siemens PLM Software trabalhou com a P&W, adicionando recursos ao principal sistema do Teamcenter a fim de tornar o CM direcionado por modelos do CAD realidade. Como resultado desse esforço, o Teamcenter integra os dados do modelo NX, a funcionalidade do CM, os recursos de visualização para simulação digital e um mecanismo de pesquisa inovados para fornecer uma solução de gerenciamento total de dados de engenharia.

Agora, aproximadamente 8.000 funcionários da P&W utilizam o Teamcenter para obter acesso imediato aos dados de produtos gráficos e textuais. Eles podem pesquisar um banco de dados de motores para obter um determinado número de peça, por exemplo, para depois visualizar a peça graficamente, separadamente ou em conjunto com as peças próximas. As alterações em uma peça também podem ser vistas graficamente e não simplesmente como itens de linha em BOMs, conforme ocorria anteriormente. A Siemens PLM Software acredita que essa é a primeira vez em que tal abordagem é implementada em um software comercial.

Com esse novo sistema, o processo de CM se tornou um subproduto do projeto de engenharia. As mudanças para um modelo de CAD atualizaram todas as BOMs relacionadas automaticamente, eliminando o esforço manual anteriormente exigido para manter as diversas BOMs em sincronia.

Além disso, a P&W reprojetou seus processos de alteração de engenharia (EC) com base em documentos impressos através dos recursos de fluxo de trabalho e do gerenciamento de alterações do Teamcenter, agilizando os processos por meio da automatização do fluxo de dados. A nova abordagem de EC também estimula a melhor tomada de decisões, fornecendo acesso imediato a todos os dados pertinentes, inclusive a rápida compreensão de imagens gráficas para todos os revisores.

Como parte da implementação do Teamcenter, a Siemens PLM Software e a P&W migraram mais de 40 anos de dados de motores (milhões de peças, algumas com datas anteriores à Segunda Guerra Mundial, e centenas de milhares de BOMs e arquivos de CAD) em um novo sistema. A Siemens PLM Software também desenvolveu o componente de visualização do sistema (que permite simulações digitais no ambiente de CM) para os padrões da P&W. Esse componente de visualização inteligente economiza uma grande quantidade de tempo, carregando somente os dados gráficos necessários e não montagens completas ou submontagens, como a maior parte dos sistemas de visualização faz.

A integração com o ERP permite uma montagem mais rápida

A P&W é uma das maiores instalações de SAP do setor, com milhões de transações de ERP por dia. O sistema de ERP é crucial para gerenciar a solicitação e o fornecimento das 25 mil peças necessárias para montar um motor. O Teamcenter está integrado com o SAP na P&W desde outubro de 2001.

De acordo com Moreno, essa integração tem um papel fundamental em cumprir os prazos de fornecimento. “As configurações dos motores estão em constante mudança e todas as informações são gerenciadas pelo Teamcenter,” explica Moreno. “Quando a organização de engenharia valida uma alteração para um motor, as informações fluem imediatamente para o SAP, que alerta o fornecedor para que ele forneça uma nova peça. Isso elimina a necessidade de uma intervenção manual entre a engenharia e a base de fornecimento.”

A integração entre o Teamcenter e SAP também notifica automaticamente o sistema que cria as instruções da montagem eletrônica para os mecânicos. As alterações da engenharia ocorrem centenas de vezes durando o ciclo de desenvolvimento e produção de um modelo de motor.

Moreno acredita que fluxo imediato de informações do Teamcenter para o SAP contribui para uma redução no tempo do ciclo de montagem de motores e para um aumento da qualidade do produto. “A integração garante que o número de peça autorizado é fornecido e montado em um número de série do motor programado," explica ele.

Economias realizadas através de programas

No momento, todos os programas de desenvolvimento de produção da P&W são gerenciados pelo Teamcenter. Quatro sistemas de CM legados e caros foram desligados para economias significativas de custos de manutenção de hardware e software, bem como o suporte de TI. “A infraestrutura da P&W para aplicativos de servidor cliente e com base na Web já estava implantada, facilitando a transição para o Teamcenter," complementa Moreno.

As economias de custo também vieram da eliminação do esforço manual necessário para manter os antigos bancos de dados de CM em sincronia. Esse é um resultado direto da consolidação de diversas BOMs em uma única descrição de produtos gerenciada pelo Teamcenter.

Como um bônus, a P&W aumentou a satisfação do cliente devido à precisão maior dos dados de deus produtos. “As inconsistências introduzidas pela manipulação manual tinham potencial para reduzir as informações técnicas que fornecidas ao cliente,” explica Moreno “Desde que mudamos para o Teamcenter, aprimoramos esse processo radicalmente.”

As economias e custos, combinadas com os aprimoramentos de produtividade na engenharia e manufatura que se tornaram possíveis por meio do Teamcenter, estão ajudando a P&W a alcançar o tempo de ciclo delegado e as reduções de custos. Desde o princípio, era esse o objetivo ao implementar o Teamcenter. Diz Moreno, “A implementação do Teamcenter não seria tão bem sucedida sem o suporte e o direcionamento do gerenciamento sênior. Eles visualizaram isso não como um projeto de TI, mas como um possibilitador principal para alcançarmos as nossas metas corporativas.”

Close share layer

Share this page

Share this page through any of the following channels.

Bookmarking Sites

Communities

News

Blogs & Microblogs